Limites e regras da sala de descompressão

Limites e regras da sala de descompressão

Essa é uma tendência nas grandes empresas, uma área para aliviar o estresse e a tensão no trabalho: a chamada “sala de descompressão”.

No entanto, mesmo nesta área mais informal é necessário observar algumas regras para não causar um incômodo para o empregador.

Hoje em dia, são comuns salas de descompressão nas empresas de prestação de serviços. Um método que tem se mostrado um ótimo investimento para os empreendedores que possuem uma visão mais ampla de negócios. Funcionários mais relaxados e menos pressionados além de ganhos de saúde ainda demonstram um aumento de produtividade.

Entretanto, para que essa parte da empresa se torne realmente um ganho para o negócio, é necessário observar determinadas regras e benefícios para que o sistema funciona bem para o funcionário e para o empregador. É preciso estar de olhos bem abertos para o ambiente e para os limites, ou seja, estabelecer regras para que esse ambiente seja aproveitado de maneira positiva para na empresa.

Vale lembrar que, a utilização desses espaços depende muito do bom senso de cada um, por exemplo, para algumas empresas, dormir em um ambiente assim é positivo, para outras, não. Tudo depende da estrutura e do posicionamento da empresa a respeito das salas de descompressão. Pode ser uma ótima alternativa para um maior aumento de produtividade? Sim, mas abaixo, a Desky traz algumas dicas importantes para que essa área da sua empresa funcione de maneira positiva para todos.


Limites: sim ou não?

Os funcionários precisam compreender que as salas de descompressão são destinadas ao lazer ou ao descanso, respeitar o espaço de cada um é importante para que o local funcione de maneira positiva. Outro ponto importante é lembrar que apesar de ser um espaço destinado ao lazer, continua sendo um espaço dentro do ambiente corporativo.

É necessário compreender que essa área da empresa é destinada ao relaxamento e não um ponto de encontro para fofocas ou outras ações negativas para a empresa. É importante que a equipe de recursos humanos estipule algumas regras bem claras que deverão ser seguidas para uma melhor convivência das pessoas, inclusive, os horários de uso. Desta maneira é possível excluir a possibilidade de formação de panelinhas e a exclusão de outros membros. O que deve ser motivado é o encontro de talentos em uma área menos formal da empresa, que pode gerar soluções e ideias compartilhadas entre pessoas de departamentos completamente diferentes. Isso será um ganho para o negócio, com certeza!


Um espaço de lazer e descanso

As salas de descompressão podem ser equipadas com diversos tipos de divertimento aos funcionários, desde videogames, até televisores, filmes, mesas de bilhar, cadeira de descanso, livros, revistas e etc. Algumas empresas aproveitam esse espaço com comerciais institucionais e ainda oferecem doces ou bebidas não alcoólicas. Em grandes empresas esse espaço é utilizado para beneficiar ações corporativas e também para dar início a campanhas de endomarketing (campanhas internas para interação de funcionários).

Outro ponto muito importante é utilizar esses espaços para agregar valores aos funcionários, como por exemplo, exibir documentários, musicais, shows, entre outras opções. Esse tipo de material, além de agregar valores ainda aproximam os funcionários, iniciando grupos de discussão no campo das ideias.

A sala de descompressão pode ser uma forte aliada ao bem-estar da equipe, transmitindo a sensação de que a empresa realmente se importa com a redução do estresse do dia a dia. No entanto, como citamos acima, tudo deve ser feito com moderação, planejamento e organização para que a sala não afete negativamente o ambiente corporativo.

Consulte a Desky para um projeto adequado de sala de descompressão para a sua empresa!

Comente pelo Facebook

Comentários

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>