Erros comuns em pequenos escritórios

Erros comuns em pequenos escritórios

De alguns anos para cá, foi quase impossível perceber a grande fatia que os escritórios menores têm conseguido captar do mercado, e isto acontece, em geral, porque os clientes começaram a ver as vantagens em se aliar a empresas menores, que proporcionam serviços mais personalizados e melhor projetados.

Isso significa que empreendedores que se vejam prontos para abrir seu próprio escritório e ascender na carreira empresarial podem fazê-lo agora. Entretanto, é importante perceber que tal projeto precisa de cuidados e atenção para florescer, sendo assim, neste artigo você poderá descobrir um pouco mais sobre os principais erros de pequenos escritórios e o que fazer para passar longe dessas situações.


Clientes

Erro: não pense em cativar os clientes. Você sabe que executa um bom trabalho e ponto.

Boas práticas: é importante saber cuidar da parte de receitas, despesas e lucros da sua empresa, e para isso, a captação de clientes é a prioridade número um em qualquer negócio. Para que os clientes vejam vantagem em seu empreendimento, é interessante preparar um plano de marketing que seja fácil de executar e efetivo.

Faça uma análise dos pontos fortes e fracos da sua empresa e das oportunidades e características do mercado na qual ela está inserida.

Trace metas de faturamento, clientes novos mensais, região a ser atendida e outras particularidades do seu segmento.

Defina as ações para atingir suas metas, considerando sua equipe e estrutura atuais.
Procure definir um perfil do seu cliente e alinhar sua empresa com os anseios dele.


Dívidas

Erro: no momento da escolha do local físico de seu negócio, é fácil se perder nas possibilidades requintadas, e por isso, mais caras, de escolha. Saiba diferenciar o que é necessidade primária e o que é apenas um luxo pessoal, afinal, isso vai pesar na receita final.

Boas práticas: não faça dívidas desnecessárias, faça um planejamento financeiro realista e dentro dos seus objetivos de negócios.


Nicho

Erro: não se preocupar com o nicho que melhor pode atender.

Boas práticas: toda empresa atua em certo nicho de mercado, e saber identificar qual o nicho correto aumenta e muito as chances do empreendimento dar certo. É necessário que você saiba se destacar na multidão, buscando sempre a especialização em uma área específica e realizando o trabalho com excelência.

Em escritórios menores, é comum clientes pleitearem um serviço com custo muito abaixo do mercado. Prefira sempre manter o padrão de qualidade de produto e de serviço. E mostre para o cliente que isso tem um preço.

Ao invés de apresentar um trabalho mediano, prefira apresentar um trabalho diferente, mas que tenha um efeito tão bom quanto o que seu cliente necessitaria, enriqueça seu empreendimento e satisfaça seus clientes, seja a fonte de solução e ficará fácil criar uma rede de recomendação dentro de seu nicho.


Relatórios financeiros

Erro: não se preocupe com os relatórios, afinal é perda de tempo ler tantas informações.

Boas práticas: pode parecer coisa do século passado, mas os relatórios ainda são a forma mais eficiente de manter uma empresa saudável financeiramente. Isto porque é impossível operar apenas confiando na qualidade do serviço disponível por bancos, faturas, etc. Prefira por tudo na ponta da caneta (ou teclado, se preferir) e, mesmo que isso tome certo tempo, verificar despesa por despesa. Assim, o quadro financeiro do empreendimento fica cada vez mais claro, e as chances de se cair em uma furada diminuem drasticamente.

Pratique sempre projeções, seja para semanas ou meses, tente estimar seus gastos e garantir que nada fuja do controle.


Tecnologias

Erro: não invista em tecnologia, afinal sua empresa funciona do jeito que está.

Boas práticas: utilize a tecnologia sempre a seu favor. Ela é capaz de automatizar quase todas as tarefas administrativas, auxiliar em diversos campos, como: divulgação, marketing, captação, banco de dados, relatórios, etc.

Valorize todo e qualquer artifício tecnológico que caiba em seu orçamento e acrescente qualidade ao serviço prestado por sua empresa. Além disso, estas novas tecnologias são uma grande vantagem sobre as empresas da mesma área que são mais antigas e, por isso, muitas vezes continuam utilizando métodos obsoletos.


Satisfação

Erro: não se preocupe com a opinião dos seus clientes, afinal ninguém está reclamando!

Boas práticas: de tempos em tempos, não importando o método, lembre-se de realizar uma pesquisa vasta acerca da satisfação e relacionamento de seus clientes. É importante saber exatamente em quais áreas você foi eficiente, e em quais o serviço falhou.

Além de lhe fornecer um parâmetro acerca de seu empreendimento, esta técnica facilita a recomendação entre clientes, ou seja, se a empresa tem uma boa reputação e mantém os clientes satisfeitos, então a chance de aprovação no mercado e nas mídias sociais é muito maior.

Telefonemas, e-mails, dúvidas, reuniões, prazos. Todos estes itens devem ser feitos com excelência, não deixe seu cliente esperando, apresente propostas concisas e saiba qual tudo sobre o seu segmento. Desta forma, o mercado pode ser seu.


Visual

Erro: não se preocupe com os móveis da sua empresa, com um design diferenciado, com a organização, afinal, não é isso que vai fazer a diferença no seu negócio.

Boas práticas: a área física de seu escritório é a porta de entrada para a primeira impressão que seu cliente terá de você. Além de uma boa aparência, mantenha o local sempre em ordem e limpo.

Invista em móveis que melhorem o espaço de seu empreendimento, tornando-o dinâmico e, ao mesmo tempo, bonito. Por isso, invista em Desky, que possui os móveis para escritórios inteligentes e invista nas pessoas que irão utilizar estes móveis. O capital humano é o grande patrimônio da sua empresa!

Comente pelo Facebook

Comentários

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>